Dietoterapia na Desnutrição

A desnutrição é a enfermidade resultante de uma nutrição inadequada, pode envolver diversas doenças causadas por má alimentação que geram carências nutricionais pontuais ou complexas.Os sinais e sintomas não correm repentinamente, quando acontece a nutrição inadequada atua constantemente sobre o indivíduo, o organismo se desnutri gradativamente e gera alterações bioquímicas, fisiológicas e anatômicas.

As doenças carências podem ser endêmicas, que ocorrem em determinadas regiões, sócio econômicas, que envolvem a população de baixa renda sem acesso a alimentação adequada, e podem estar relacionadas à “fome oculta”, ou seja, carências nutricionais ligadas a erros alimentares e não a falta de alimentos.

Fome oculta

Também conhecida como deficiência marginal, é uma carência não explícita (não aparente) de um ou mais micronutrientes no organismo, sendo atualmente identificada como o problema nutricional mais prevalente no mundo. Neste estado, os estoques de vitaminas e minerais diminuem silenciosamente, sem apresentar sinais nem sintomas, os quais, só ficam evidentes, quando o estágio mais grave da deficiência está instalado.

A fome oculta compromete várias etapas do processo metabólico, merecem destaque as alterações no sistema imunológico e no desenvolvimento físico e mental do indivíduo. Ocorre quando, por razões econômicas, geográficas e ou educacionais, o indivíduo têm acesso a uma dieta básica pouco diversificada e, normalmente, deficiente em vários micronutrientes. A prevalência é maior que os acometidos pela desnutrição protéico-energética.

Na inadequação nutricional primária, o estado deficitário resulta do consumo desequilibrado tanto em gênero quanto em quantidade de nutrientes.

Algumas doenças carenciais clássicas como raquitismo (carência de cálcio), escorbuto (carência de vitamina C) e pelagra (carência de niacina) tem origem dietética e que depois de diagnosticadas, a terapêutica de reposição nutricional faz com que a doença regrida rapidamente e haja pronta recuperação. Este tipo de doença carencial foi o grande motivo para a indústria de alimentos iniciasse o enriquecimento com nutrientes. Hoje, diversos alimentos industrializados são enriquecidos com minerais e vitaminas.

Desnutrição protéico-calórica: a desnutrição é uma doença causada pela dieta inapropriada, hipocalórica e hipoprotéica. Também pode ser causada por má-absorção de nutrientes ou anorexia. Tem influência de fatores sociais, psiquiátricos ou simplesmente patológicos. Acontece principalmente entre indivíduos de baixa renda e principalmente em crianças de países subdesenvolvidos.

Segundo Médicos sem Fronteiras (ONG mundial) a cada ano 3,5 a 5 milhões de crianças menores de cinco anos morrem de desnutrição.

A desnutrição não é um problema difícil tampouco caro de ser resolvido. Do ponto de vista nutricional as soluções são simples e baratas, porém elas precisam vir acompanhadas de mudanças também no quadro social. A solução passa pela reeducação alimentar da criança e da família, acompanhada de uma estruturação social que possibilite ao grupo familiar manter a qualidade de vida.

Uma opção que tem demonstrado resultados é a alimentação alternativa. A idéia começou a ser disseminada pela Pastoral da Criança, e consiste no aproveitamento máximo dos alimentos, evitando desperdícios e buscando novas fontes de nutrientes. A mais conhecida é a “multi-mistura”, feita com farelos (de arroz e de trigo), da moagem de folhas verdes (de mandioca, batata-doce, abóbora) e de sementes (de girassol, melancia, etc.), tudo isso moído, tostado e peneirado vira uma rica fonte de nutrientes.

Caquexia

É a perda de peso, atrofia muscular, fadiga, fraqueza e perda de apetite por alguém que não está tentando perder peso, ou seja, uma desnutrição aguda. Pode ser um sinal médico de diversos distúrbios; quando um paciente apresenta caquexia, existe grande probabilidade de ser câncer, ou algumas doenças infecciosas como AIDS. Idosos e pacientes acamados podem entrar em estado de caquexia com rapidez.

A caquexia se apresenta com extrema redução do peso corporal, caracterizada pela redução tanto da musculatura esquelética como da massa de tecido gorduroso e da massa óssea. A menor massa óssea predispõe os doentes à osteoporose e a eventuais fraturas patológicas.

Outra conseqüência da caquexia é o elevado risco de infecções oportunistas a que os pacientes estão submetidos. Os doentes desnutridos devem ser considerados como pacientes imunocomprometidos.

A terapêutica nutricional nos casos de desnutrição não é complexa. Com ações simples e dietoterapia específica para cada caso, a recuperação normalmente é rápida. A restauração total irá depender da época de diagnóstico e do período de intervenção, caso seja tardio, alguns efeitos deletérios da desnutrição poderão não ser recuperados. A busca pelo balanço energético positivo, a reposição dos nutrientes carentes, com foco hiperprotéico e hipercalórico, são a tônica do trabalho nutricional. Talvez haja necessidade de terapia nutricional enteral ou parenteral por período específico.

  • Dra. Andréa Esquivel

    Dra. Andréa Esquivel

    Nutricionista e Gastrônoma

    Nutricionista e Gastrônoma, especialista em Marketing Alimentício

    CRN3: 3050

    • Formada em Nutrição pela Universidade de Mogi das Cruzes - 1986.
    • Pós graduação em Marketing pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - 1991.
    • Especializada em Gastroenterologia.
    • Especializada em Gastronomia.
    • Especializada em Marketing alimentício.
    • Membro do da Equipe Multiprofissional da Clinica CEDIG – Centro de Medicina Avançada desde 1999.
    • Diretora da Gastronomia Nutritiva Caiaffa Esquivel – consultoria nutricional, marketing e gastronomia.
    • Professora convidada de diversas universidades pelo Brasil para cursos de pós graduação desde 1999.
    • Professora do Senac para cursos de pós graduação na área de gestão de restaurantes e para cursos técnicos de nutrição.
    • Palestrante nacional e internacional em diversos congressos e cursos na área de saúde desde 1998.
    • Atuação em Obesidade Mórbida desde 2001.
    • Consultora para restaurantes comerciais e para chefs de cozinha.
    • Consultora e colaboradora técnica do Conselho Regional de Nutricionistas, do Sindicato dos Nutricionistas e da Associação Paulista de Nutrição
Veja os serviços prestados

Convênios

  • Advance
  • Allianz Saúde
  • Ameplan
  • Amil
  • Apeoesp
  • Bradesco Saúde
  • Caixa Seguros
  • Care Plus
  • Cassi
  • Cetesb
  • Classes Laboriosas
  • Dix
  • Economus
  • Fundação CESP
  • Gama Saúde
  • Grupo Saúde Bresser
  • Hapvida
  • Intermedica
  • Itau
  • Life Empresarial
  • Mapfre
  • Marítima Saúde
  • MedService
  • Metrus
  • Notredame
  • Omint Saúde
  • Ônix
  • Portomed
  • Porto Seguro
  • Sabesprev
  • Santamalia
  • Saúde Secular
  • SP Trans
  • Sul America Saúde
  • Unafisco
  • Unimed
  • Unimed Rio
  • Unimed Seguros